BAGDÁ - Uma vala comum com sete corpos foi descoberta nesta segunda-feira na província de Diyala, no nordeste do Iraque, informaram fontes policiais.

Os corpos enterrados apresentavam marcas de tiros e foram enviados ao legista para a identificação, acrescentaram as fontes.

As vítimas possivelmente foram assassinadas, segundo as fontes, por militantes da Al-Qaeda há um ano, quando o grupo terrorista controlava a área, antes de ser expulso pelas tropas americanas e iraquianas.

A fossa foi descoberta na área de Katun, ao oeste da cidade de Baquba, capital da província, 65 quilômetros ao nordeste de Bagdá.

Desde a queda do regime do ditador iraquiano Saddam Hussein, em abril de 2003, centenas de valas comuns foram encontradas ao longo do país.

Leia mais sobre Iraque

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.