Descoberta uma técnica rápida de geração de anticorpos monoclonais humanos

(embargada até às 14h, horário de Brasília) Londres, 30 abr (EFE).- Cientistas americanos descobriram como gerar anticorpos monoclonais completamente humanos de forma rápida e efetiva, diz um artigo publicado hoje pela revista científica britânica Nature.

EFE |

Dispor destes anticorpos, conhecidos como "balas mágicas" por causa de sua capacidade de curar doenças sem gerar efeitos colaterais, poderia ajudar no avanço do tratamento de doenças infecciosas.

A equipe de cientistas da Fundação de Pesquisa Médica de Oklahoma (EUA) isolou anticorpos produzidos vários dias após os pacientes terem sido vacinados contra a gripe.

Com a técnica usada, conseguiram chegar a anticorpos em poucos dias, bem mais rápido que em comparação a métodos atuais, que podem durar até anos.

Os pesquisadores estudaram um tipo específico de linfócito B, que tem como principal função a produção de anticorpos contra antígenos.

Passados sete dias da vacinação, 70% dos indivíduos tinham produzido estas células plasmáticas, que liberaram anticorpos que reconheceram a cepa do vírus usada na vacina.

O fato de os anticorpos terem sido "completamente humanos" significa que são mais seguros para serem usados no tratamento de pessoas doentes que os produzidos por animais, que podem desencadear um choque anafilático.

Os resultados obtidos são importantes para enfrentar uma possível epidemia de gripe. A capacidade de gerar anticorpos terapêuticos tão rapidamente pode ser vital para frear a propagação de uma doença.

EFE vmg/rr/fal

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG