Descoberta de variantes pode melhorar prognóstico do câncer de próstata

Londres, 21 set (EFE).- O descobrimento de outras nove variantes genéticas que contribuem para o câncer de próstata pode facilitar o desenvolvimento de um teste muito mais confiável que os atuais, informa a revista Nature Genetics.

EFE |

Segundo Rosalind Eeles, do Instituto de Pesquisas sobre o Câncer de Londres, que dirigiu um dos dois estudos que permitiram esse descobrimento, foram analisados os genomas de 38 mil homens de 21 estudos realizados anteriormente.

Com esse novo descobrimento já são mais de 20 as variantes genéticas vinculadas a esse tipo de câncer, o que permitirá aumentar a confiabilidade dos testes para prever o risco de se sofrer dele.

Algumas das novas variantes genéticas, como as dos genes chamados ITGA6 e NKX3.1, podem ser atacadas com novos tratamentos, afirma Rosalind.

"É todo um processo e ainda resta muito para ser descoberto, mas parece que o câncer de próstata é mais receptivo que outros a esse enfoque", assinala por sua parte Doug Easton, da Universidade de Cambridge, que dirigiu o segundo estudo.

O teste atual, baseado em uma análise de sangue, não é confiável, e leva às vezes a investigações dolorosas - biópsias - que se revelam desnecessárias no caso de prognósticos falsos.

Só no Reino Unido, o câncer de próstata afeta anualmente 35 mil indivíduos e causa mais de 10 mil mortes. EFE jr/ma

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG