Duas mulheres, uma delas grávida, morreram nesta quarta-feira quando o luxuoso trem Rovos Railem descarrilou no arredores de Pretória, na África do Sul.

AP
Equipes de resgate trabalham no local do acidente

Equipes de resgate trabalham no local do acidente

Das 55 pessoas a bordo, 40 ficam feridas, cinco em estado grave. As duas mulheres que morreram eram funcionárias. O trem completava a última etapa de sua viagem da Cidade do Cabo a capital sul-africana, explicou Chris Botha, porta-voz do serviço de emergência.

O Rovos Rail começou a operar em 1989 e oferece safáris em ferrovias pela África do Sul e outros países da África meridional.

A companhia conta com dois trens, cada um com capacidade para 72 passageiros, que são atendidos por cerca de 30 garçons, cozinheiros e pessoal de limpeza.

O trem, com luxuosos vagões de madeira ao estilo no estilo do começo do século 20, começa e termina suas viagens em uma estação privada ao norte de Pretória puxado por uma antiga locomotiva a vapor daquela época, que estava para ser enganchada ao comboio quando o acidente aconteceu.

Leia mais sobre África do Sul

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.