Desaquecimento da economia global faz bolsas caírem

Os temores sobre a desaceleração da economia mundial continuaram afetando os mercados financeiros nesta sexta-feira. No Japão, o Nikkei 225 - o principal índice da bolsa do país - caiu 2,75%.

BBC Brasil |

Em Hong Kong, a bolsa caiu 2,2%. O índice fechou abaixo dos 20 mil pontos pela primeira vez em 17 meses.

Na Europa, os mercados de Londres, Paris e Frankfurt haviam fechado em queda na quinta-feira.

Até as 10h42 (horário de Londres) desta sexta-feira, as bolsas européias operavam em queda. O FTSE 100, da bolsa de Londres, estava em queda de 1,36%. O CAC 40, de Paris, estava em queda de 1,47%, e o DAX, de Frankfurt, em baixa de 1,55%.

Analistas de mercado estarão atentos nesta sexta-feira para as bolsas nos Estados Unidos.

Na quinta-feira, o Dow Jones - principal índice de Wall Street - fechou em queda de mais de 3%, mostrando que o mercado está reagindo negativamente às notícias sobre a economia do país.

'Incerteza'
Números publicados na quinta-feira mostraram que os empregadores da iniciativa privada dos Estados Unidos cortaram 33 mil postos de trabalho em agosto.

Além disso, um relatório do Federal Reserve, o banco central americano, afirmou que a atividade econômica está "fraca".

"Com tanta incerteza, poucos investidores estão dispostos a comprar", disse o analista de mercado Masayuki Otani, da Securities Japan.

"Muitas coisas aconteceram ao mesmo tempo."
As preocupações com a inflação fizeram com que os bancos centrais europeus decidissem não cortar suas taxas de juros.

Mas para muitos analistas, isso deve mudar nas próximas semanas com previsões cada vez mais negativas sobre a economia européia.

Na quinta-feira, o Banco Central europeu reduziu a previsão de crescimento do continente em 2009 de 1,5% para 1,2%. Dados sobre a Grã-Bretanha mostraram que a economia do país estagnou no segundo trimestre do ano.

    Leia tudo sobre: bolsas asiáticas

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG