Desabamento em mina ilegal já deixou 178 mortos no norte da China

Pequim, 12 set (EFE).- O número de mortos devido ao desabamento em uma mina ilegal do norte da China subiu para 178 hoje, disseram as equipes de resgate locais à agência de notícias Xinhua.

EFE |

O acidente aconteceu na segunda-feira, quando uma montanha de resíduos e pedras desabou por causa das chuvas sobre a mina de Tashan, localizada no distrito de Xiangfen, pertencente à cidade de Linfen.

Um total de 268.000 metros cúbicos de sedimentos desabou sobre uma área de 30,2 hectares.

O Governo chinês iniciou um mecanismo de investigação que, diante da gravidade do acidente, inclui vários níveis governamentais e o sindicato único chinês.

O Governo provincial de Shanxi, que na quinta-feira negou os dados da imprensa local que falavam de "centenas de mortos", informou que 90% da área afetada já foram inspecionados, em um trabalho que conta com a participação de 2.200 efetivos de resgate e 110 máquinas escavadeiras, em busca de sobreviventes.

Segundo as investigações preliminares, o acidente aconteceu porque "a mina de Tashan não tinha forma e operava ilegalmente, por isso a montanha de escombros tinha superado a capacidade do tanque que os continha. EFE mz/an

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG