Deputados uruguaios aprovam adoção de crianças por casais homossexuais

A Câmara de Deputados do Uruguai aprovou nesta quinta-feira um projeto que legaliza a adoção de crianças por casais homossexuais, uma situação inédita na América Latina, e a iniciativa retorna ao Senado para uma segunda leitura.

AFP |

"A aprovação foi por 40 votos contra 53, isto é, com 13 votos contra", disse à AFP o deputado Jaime Trobo, do opositor Partido Nacional.

O projeto ganhou votos da coalizão governista de esquerda Frente Ampla, que conta com maioria parlamentar. O PN (centro-direita, principal oposição) votou contra, com apenas um de seus deputados a favor.

O também opositor Partido Colorado (direita, terceiro partido) votou contra, explicou o deputado colorado Daniel García Pintos.

Como o projeto sofreu algumas modificações em relação ao que havia sido aprovado pelo Senado no dia 15 de julho, deverá voltar à Casa para que as "aceite ou recuse", explicou a deputada governista Daniela Paysée.

O Senado tem prazo para se pronunciar até 15 de setembro, data na qual encerra o período legislativo, uma vez que o Uruguai vive um ano eleitoral, com as presidenciais marcadas para 25 de outubro.

yow/pz/sd

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG