Deputados paraguaios suspeitos de corrupção podem perder imunidade

Assunção, 27 fev (EFE).- Um juiz paraguaio solicitou hoje ao Congresso a perda de imunidade de dois deputados do Partido Colorado processados por suspeita de empréstimos fraudulentos do estatal Fundo Criador de Gado durante o Governo anterior.

EFE |

Fontes judiciais informaram que o magistrado Rubén Ayala assinou o pedido que deverá ser avaliado pelo Congresso a partir de1º de março, quando ele retoma suas sessões ordinárias após o recesso iniciado em dezembro.

O pedido afeta os deputados "colorados" Magdaleno Silva e José Chamorro, que foram acusados esta semana pelo promotor Eduardo Cazenave por suposta falsificação de documentos públicos para obter empréstimos milionários do fundo para compra de gado bovino.

A Procuradoria também acusou o ex-ministro da Defesa Roberto González, o empresário criador de gado Venancio Brítez e as mulheres de cada um deles O promotor Cazenave argumentou que os acusados obtiveram empréstimos do órgão que auxilia os criadores de gado para investimentos no setor, mas que "o dinheiro foi utilizado para outras coisas, jamais se compraram animais".

No entanto, González declarou que em seu caso particular o empréstimo foi aprovado por uma hipoteca de seu sítio e que "o dinheiro foi totalmente cancelado", enquanto Silva afirmou que sofre perseguição política. EFE lb/jp

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG