Washington, 9 jan (EFE).- A Câmara de Representantes do estado de Illinois aprovou hoje que o Senado estadual realize um julgamento político sobre o governador Rod Blagojevich, envolvido em um suposto caso de prevaricação.

A decisão é inédita na história do estado de Illinois e deixa nas mãos do Senado determinar se o governador será cassado por corrupção e abuso de poder.

Para o julgamento político ser aprovado, eram necessários 60 votos a favor, mas o placar final na Câmara foi de 114 favoráveis e um contra.

A Câmara de Representantes do estado encontrou evidências de que o governador cometeu abuso de poder e fez uso de dinheiro público ao adotar programas sem a aprovação do Legislativo, em violação às leis de Illinois.

O processo teve início em 9 de dezembro, após as autoridades federais deterem o governador, acusado de tentar vender o assento de senador federal deixado vago pelo presidente eleito Barack Obama.

De acordo com a lei de Illinois, quando o legislador renuncia ou abandona sua cadeira, o substituto deve ser designado pelo governador.

O caso se agravou mais ainda depois que Blagojevich, que negou as acusações de corrupção e ignorou os pedidos para que renuncie, nomeou o ex-procurador-geral do estado Roland Burris como substituto de Obama no Senado. EFE elv/db

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.