Deputados brasileiros viajarão para Honduras na quarta-feira

Brasília, 29 set (EFE).- Um grupo formado por seis deputados brasileiros anunciaram hoje que viajarão na quarta-feira para Honduras, com a intenção de conhecer de perto a situação no país e na embaixada do Brasil em Tegucigalpa, na qual o presidente deposto Manuel Zelaya se encontra abrigado.

EFE |

A viagem foi aprovada pela Comissão de Relações Exteriores da Câmara dos Deputados e também tem o objetivo de dialogar com representantes da comunidade brasileira em Honduras e saber se eles receberam alguma pressão ou ameaças, pela decisão do Governo de Luiz Inácio Lula da Silva de acolher Zelaya na sede diplomática.

O deputado Raúl Jungmann (PPS-PE), promotor da viagem, explicou, além disso, que estão previstas reuniões com membros do Parlamento hondurenho, e que o grupo também tentará visitar a embaixada brasileira, onde Zelaya chegou de surpresa há oito dias.

Esclareceu que, por outro lado, "não está previsto nenhum contato com representantes do Governo" presidido por Roberto Micheletti, que ocupa o lugar de Zelaya desde 28 de junho, quando o chefe de Estado foi deposto e expulso de seu país pelos militares.

O grupo liderado por Jungmann viajará amanhã em um avião da Força Aérea Brasileira (FAB) para El Salvador, de onde seguirão viagem para Tegucigalpa em um voo comercial, que chegará à capital de Honduras à noite.

Jungmann explicou que todas as suas atividades em Honduras foram estipuladas para a quinta-feira e que no dia seguinte o grupo voltará ao Brasil.

O deputado reiterou que, durante sua estadia em Tegucigalpa, nenhum membro do grupo "manifestará opinião alguma" sobre a situação no país. EFE ed/pd

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG