Deputados americanos chegam a acordo sobre reforma do sistema de saúde

WASHINGTON - Os líderes democratas na Câmara de Representantes dos Estados Unidos e um grupo conservador fiscal de correligionários conhecido como Blue Dogs chegaram a um acordo que pode destravar na Casa a reforma do sistema de saúde.

Redação com agências internacionais |

O líder do grupo, Mike Ross, anunciou que os congressistas resolveram suas diferenças com o presidente da comissão de Comércio e Energia, Henry Waxman, sobre a formulação de um projeto de lei para a reforma.

A emissora de televisão "CNN" informou que, em virtude do acordo, o projeto de lei poderia ser submetido à votação do comitê nesta sexta-feira, mas que só em setembro chegaria ao plenário da Câmara de Representantes, já que em agosto começa o recesso de verão (hemisfério norte).

O presidente da Comissão de Finanças do Senado, Max Baucus, disse que houve progressos "encorajadores" em direção a um projeto de lei que permitiria a cobertura sanitária de 95% da população em dez anos.

Ele afirma que o custo da reforma diminuiria em cerca de US$ 100 bilhões, até aproximadamente US$ 900 bilhões ao longo de dez anos.

Ao término dessa década, segundo o senador, a medida contribuiria para reduzir o déficit fiscal "em vários bilhões de dólares".

Leia mais sobre política nos Estados Unidos

    Leia tudo sobre: euasaúde

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG