Deputados americanos barram pacote econômico do Governo Bush

Washington, 29 set (EFE).- A Câmara de Representantes dos Estados Unidos, contrariando todas as expectativas, barrou hoje, em primeira votação, o polêmico projeto de lei que autorizaria o Governo a gastar até US$ 700 bilhões para conter a atual crise financeira.

EFE |

O resultado da votação - 205 a favor e 228 contra -, provocou uma enxurrada de vendas em Wall Street, o que fez o índice Dow Jones perder cerca de 700 pontos.

Com a rejeição ao plano, que aconteceu tanto entre democratas como nas fileiras republicanas, representantes de ambos os partidos devem retornar à mesa de negociações para discutir um pacote econômico que os satisfaça.

O presidente da Comissão de Serviços Financeiros da Câmara de Representantes, Barney Frank, disse, depois da votação, que os congressistas vão avaliar a "reação econômica" antes de definir o próximo passo do Legislativo.

A votação aconteceu depois de um longo e intenso debate entre os legisladores, muitos dos quais colocaram em dúvida a eficácia do plano e criticaram a falta de ajuda às famílias que perderam suas casas por não conseguirem pagar a hipoteca.

O resultado inesperado desfere um duro golpe contra o Governo do presidente George W. Bush, que havia dito que, se o pacote não fosse aprovado, isso traria nefastas conseqüências para o resto da economia americana e para a economia mundial. EFE mp/sc

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG