Deputados aceitam renúncia do presidente do Parlamento lituano

Vilnius, 1 abr (EFE).- Os deputados do Parlamento lituano aceitaram hoje a renúncia do presidente da câmara, Viktoras Muntianas, que na segunda-feira apresentou o pedido de afastamento, em meio a suspeitas de corrupção.

EFE |

Muntianas, eleito como presidente do Parlamento em abril de 2006, reconheceu ter cometido um "erro" que deu espaço para colocar em dúvida a transparência de suas atividades, afirmou o serviço de imprensa da câmara, citado pelas agências locais.

Há um mês, foi divulgada uma gravação de vídeo na qual Muntianas entregava uma soma de dinheiro ao então governador da região de Kaunas, que depois foi detido como suspeito de cobrar subornos.

O chefe do Parlamento reconheceu que entregou dinheiro à pessoa indicada, mas disse que não foi um suborno, e sim o pagamento por um serviço prestado a um de seus parentes.

A renúncia do presidente do Parlamento foi aceita por 110 votos, enquanto três deputados se abstiveram.

O atual número dois do Legislativo, Ceslovas Jursenas, foi aprovado como presidente do Parlamento. EFE va/an

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG