Deputado trabalhista britânico é suspenso por escândalo de recursos públicos

LONDRES - Um segundo deputado do governamental Partido Trabalhista britânico foi nesta sábado suspenso do grupo parlamentar de sua legenda em relação ao escândalo do abuso de dinheiro público por membros do Parlamento do Reino Unido para suas despesas.

EFE |

David Chaytor, cuja suspensão foi anunciada por Downing Street (residência oficial do primeiro-ministro, Gordon Brown), foi alvo da medida depois que o jornal "The Daily Telegraph" publicou que ele solicitou quase 13 mil libras (14,5 mil euros) para uma hipoteca que já tinha pago.

Em declarações divulgadas pelo jornal, que trouxe à tona o escândalo no último dia 8, Chaytor, que prometeu devolver o dinheiro, admitiu um "erro imperdoável" de sua contabilidade, pelo qual se desculpou "sem reservas".

No entanto, a suspensão do deputado, que representa a circunscrição eleitoral de Bury North (norte da Inglaterra), fica à espera do resultado de uma investigação para esclarecer se abusou do dinheiro atribuído a ele como parlamentar.

Na quinta-feira passada, o deputado trabalhista Elliot Morley, ex-ministro da Agricultura, foi suspenso do grupo parlamentar Trabalhista após admitir que pediu 16 mil libras (17,76 mil euros) para uma hipoteca que já tinha liquidado.

Na sexta-feira, o ministro adjunto da Justiça Shahid Malik renunciou ao cargo, enquanto se resolve outra investigação sobre supostas irregularidades na cobrança de dinheiro do contribuinte.

Enquanto isso, a Polícia Metropolitana de Londres e a Procuradoria do Estado devem se reunir na próxima semana para discutir se procede abrir uma investigação das alegações do "Daily Telegraph".

Leia mais sobre: escândalo com dinheiro público

    Leia tudo sobre: londres

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG