Deputado pede que Berlusconi esclareça se teve relação com menor

Roma, 4 mai (EFE).- O deputado Antonio Borghesi pediu hoje ao Governo que esclareça se o primeiro-ministro Silvio Berlusconi teve relações com menores de idade como afirmou sua esposa, Veronica Lario, com quem está em processo de divórcio.

EFE |

O deputado, que pertence ao partido do ex-magistrado Antonio di Pietro, encarregado do processo "Mãos Limpas" contra a corrupção, disse que deve ser o próprio Berlusconi a responder e esclarecer aos cidadãos que não cometeu tal delito.

Borghesi se referia à jovem Noemi Letizia, que Berlusconi visitou em seu 18º aniversário em Nápoles e lhe presenteou com um colar de ouro com um brilhante.

O deputado lembrou que Noemi Letizia é maior de idade há poucos dias, enquanto sua relação com Berlusconi vem de tempos atrás, como ela mesma reconheceu à imprensa.

A menina, que chamava o primeiro-ministro de "papi", disse aos jornalistas que conhecia Berluconi há muito tempo e que iria vê-lo em Milão e Roma porque ele não podia visitá-la sempre em Nápoles.

Berlusconi explicou que se trata da filha de um amigo a quem não soube dizer "não".

"Aquele dia o pai (de Noemi) me ligou, um amigo meu de muitos anos, e quando soube que aquele dia iria estar em Nápoles insistiu para que eu passasse, por apenas dois minutos, na festa de aniversário de sua filha", assinalou Berlusconi em declarações ao periódico "Corriere della Sera".

Além disso, o premiê explicou que a jovem o chamou de "papi" como resultado de uma piada.

"Verónica caiu em uma armadilha midiática", assegurou Berlusconi, que comentou que seus filhos mostraram solidariedade no assunto. EFE cps/rr

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG