Deputado pede a Ahmadinejad relatório sobre violações da Constituição no Irã

Teerã, 11 ago (EFE).- Um deputado reformista pediu hoje ao presidente iraniano, Mahmoud Ahmadinejad, um relatório sobre as possíveis violações da Constituição depois das eleições presidenciais que o levaram à reeleição.

EFE |

Em declarações divulgadas hoje pela televisão estatal "PressTV", o deputado Mostafa Kavakebyan assegurou que "diante da possibilidade de violações da Constituição, é dever do presidente investigar".

Centenas de milhares de pessoas foram às ruas do Irã para protestar contra os resultados das eleições presidenciais do dia 12 de junho, que não foram aceitos pela oposição.

Aproximadamente 30 pessoas morreram durante a repressão aos protestos, segundo números oficiais, e cerca de 4 mil foram detidas.

A oposição denunciou abusos e agressões sexuais nas prisões.

O líder supremo da revolução iraniana, o aiatolá Ali Khamenei, ordenou o fechamento do centro de detenção de Kahrizak, depois de denúncias sobre graves violações na prisão.

Em comunicado divulgado na sexta-feira, a Polícia iraniana admitiu a denúncia e afirmou que tanto o responsável máximo quanto três policiais foram demitidos e presos.

Hoje, o parlamentar reformista Hamid-Reza Katouzian, citado pela "PressTV", anunciou que o comitê investigador apresentará um relatório ao Parlamento sobre os detidos durante os protestos. EFE jm/pd

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG