Deputado iraniano pede reconsiderar laços com R.Unido

Teerã, 11 ago (EFE).- Um deputado iraniano pediu hoje que o Ministério de Assuntos Exteriores iraniano reconsidere os laços com o Reino Unido, diante das declarações feitas por alguns dos acusados de instigar os distúrbios pós-eleitorais.

EFE |

Em declarações divulgadas pela agência de notícias iraniana "Fars", o parlamentar Behrouz Jaafari ressaltou que a ingerência estrangeira nos assuntos iranianos parece clara.

"As confissões dos detidos sustenta a interferência estrangeira nos assuntos iranianos, e o ministério deveria reconsiderar as relações com o Governo britânico", afirmou Jaafari, perante a câmara.

O Irã acusou o Ocidente, e em particular Estados Unidos, França, Alemanha e Reino Unido de instigar os distúrbios que explodiram após a reeleição, em 12 de junho, do presidente Mahmoud Ahmadinejad.

Durante os protestos, o Irã expulsou ao correspondente permanente da rede britânica "BBC" em Teerã e dois diplomatas de Londres, além de deter nove funcionários locais da embaixada britânica.

Um deles está sendo julgado junto com cerca de 100 pessoas acusadas de instigar a revolta.

Na segunda-feira, durante sua entrevista coletiva semanal, o porta-voz do Ministério de Assuntos Exteriores iraniano, Hassan Qashqavi, afirmou que a ruptura de relações com Londres não está sobre a mesa. EFE jm/an

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG