Deputado iraniano nega qualquer cooperação com a Otan

Teerã, 13 abr (EFE).- O vice-presidente de Política Externa e Segurança Nacional do Parlamento iraniano, Ismail Kosari, negou hoje qualquer cooperação de seu país com a Organização Tratado do Atlântico Norte (Otan) no conflito do Afeganistão.

EFE |

Em declarações divulgadas pela agência de notícias local "Mehr", Kosari insistiu em que Teerã nunca concederá permissão às forças da Otan para que se abasteçam em território iraniano, "simplesmente, porque não reconhecemos a presença da Otan no Afeganistão".

Ele disse qualquer tipo de colaboração com a Otan seria "apoiar o massacre do povo afegão" -como se referiu as ações contra os terroristas talibãs- e abriria uma janela ao possível equipamento de forças contrárias à Revolução islâmica iraniana.

O Irã, que compartilha uma longa fronteira com o Paquistão e o Afeganistão, expressou seu desejo de colaborar com a estabilidade deste último país durante a cúpula internacional sobre o futuro do estado afegão, realizada no início de abril em Haia, e promovida pelos Estados Unidos.

Dias antes da reunião, funcionários da embaixada do Irã na Holanda fizeram o primeiro contato oficial de seu país e a Otan desde 1979, ano da Revolução Islâmica.

Após estas reuniões, cogitou-se a possibilidade de que a Otan abrisse uma rota alternativa para suas tropas no Afeganistão através do porto iraniano de Chabahar, no Golfo de Omã. EFE jm/jp

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG