Deputado iemenita é assassinado junto com seu filho e guarda-costas

(Atualiza com a confirmação da morte do filho e de guarda-costas do deputado, e acrescenta outros dados) Sana, 18 abr (EFE).- Um deputado do Parlamento iemenita foi assassinado hoje a tiros junto com seu filho e um de suas guarda-costas por um grupo de homens armados na província de Saadah, no noroeste do Iêmen, informaram fontes policiais.

EFE |

As fontes disseram que o deputado Saleh al-Hindi morreu na hora, quando os atacantes abriram fogo contra o comboio onde viajava e contra quem colocaram uma emboscada na zona montanhosa de Al-Safra, em Sa'adah, e depois fugiram.

O ataque também deixou feridos oito seguranças de Hindi, três deles em estado muito grave.

O político pertencia ao governamental Partido do Congresso Popular, do presidente iemenita, Ali Abdullah Saleh.

Além disso, as fontes não descartaram que Hindi tenha sido assassinado por motivos tribais, mais do que políticos.

A província de Sa'adah, cerca de 170 quilômetros ao noroeste da capital, foi uma região conflituosa durante mais de três décadas e cenário de violentos confrontos entre as forças governamentais e rebeldes xiitas.

O Iêmen é um dos países com menor renda per capita no mundo e sua base social é formada por tribos fortemente armadas que, em muitos casos, escapam do controle das autoridades centrais.

Os confrontos entre tribos locais e as forças da ordem são freqüentes nas zonas montanhosas ou desérticas deste país do sul da Península Arábica. EFE ja/an

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG