Deputado diz que Paraguai aprovará Venezuela no Mercosul em setembro

Caracas, 25 ago (EFE).- O presidente da Comissão de Política Externa da Assembléia Nacional venezuelana, o deputado Saúl Ortega, assegurou que o Parlamento do Paraguai deve aprovar em setembro a entrada do país no Mercosul.

EFE |

"Devem aprovar, o mais tardar, na segunda quinzena de setembro", disse o parlamentar.

Antes disso, revelou Ortega, uma delegação de senadores paraguaios visitará a Venezuela entre 29 de agosto e 3 de setembro, "para agilizar o processo de entrada".

"Esta é uma comissão de alto nível, e eles estão neste momento tratando do tema da incorporação da Venezuela ao Mercosul", explicou.

O presidente da Venezuela, Hugo Chávez, insistiu no Paraguai, em 16 de agosto, na necessidade de o Congresso do país, assim como o do Brasil, aprovar a adesão plena de seu país ao Mercosul.

A aprovação do Protocolo de Adesão da Venezuela, que foi assinado em julho de 2006, está pendente nessas duas instâncias legislativas, depois de ser confirmado pelos de Argentina e Uruguai.

"Estamos à espera que o Congresso paraguaio aprove, em breve, a entrada da Venezuela no Mercosul, assim como o Congresso do Brasil", afirmou Chávez, em um ato público em companhia do novo presidente do Paraguai, Fernando Lugo.

"Enquanto isso, não nos vamos parar; já estamos no Mercosul de fato, mas falta esse passo jurídico internacional, que é fundamental", apontou o líder venezuelano.

Segundo Chávez, "o país mais prejudicado de todo o Mercosul pela não entrada da Venezuela como membro pleno é justamente o Paraguai".

Nesse sentido, afirmou que seu Governo pretende "aumentar as compras ao Paraguai, eliminando tarifas e medidas de restrição". EFE ar/gs

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG