Deputado britânico renuncia em protesto contra nova lei sobre terrorismo

O deputado conservador David Davies renunciou nesta quinta-feira ao cargo em protesto contra a adoção pela Câmara dos Comuns de um projeto de lei que estende o prazo de detenção - sem acusação formal - de suspeitos de terrorismo de 28 para 42 dias.

AFP |

"Farei campanha contra a tentativa de estrangulamento das liberdades fundamentais britânicas", afirmou o líder conservador.

A votação da medida na quarta-feira na Câmara dos Comuns foi bastante disputada, com 315 deputados a favor e 306 contra o projeto de lei, que segundo os críticos enfraquece as liberdades civis e os direitos humanos.

O primeiro-ministro, que conseguiu evitar uma humilhante derrota multiplicando suas pressões sobre os deputados trabalhistas rebeldes e fazendo concessões, foi acusado na quinta-feira de ter "comprado" os votos dos nove deputados da Irlanda do Norte, responsáveis pela salvação da votação.

Em uma coletiva de imprensa nesta quinta-feira, Brown rejeitou veementemente essas versões.

Os deputados da Irlanda do Norte aprovaram a lei porque "sabem o que é terrorismo", declarou.

ame/fb/sd

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG