Gaza, 10 mar (EFE).- O parlamentar britânico George Galloway entregou hoje milhares de libras esterlinas e 100 veículos em Gaza ao Hamas, que chamou de Governo eleito da Palestina, devido à vitória nas eleições parlamentares de 2006.

"Nós os entregamos agora 100 veículos e todo o seu conteúdo, e não peço desculpas pelo que vou dizer: nós os estamos entregando ao Governo eleito da Palestina", disse Galloway, em uma recepção de boas-vindas organizada pelo Hamas em Gaza capital.

O Hamas venceu as eleições legislativas de janeiro de 2006, e um ano e meio depois tomou o controle de Gaza, ao expulsar em seis dias de confrontos as forças leais ao presidente palestino e líder do Fatah, Mahmoud Abbas.

Desde então, há dois Governos paralelos nos territórios palestinos: um de fato em Gaza, do Hamas, e outro oficial, da ANP, dominada pelo Fatah, na Cisjordânia.

O deputado deu o dinheiro e as chaves dos veículos a Ziad Zaza, ministro da Economia e vice-primeiro-ministro do Governo do Hamas.

Galloway entrou ontem em Gaza através da fronteira com o Egito, liderando um comboio da organização Viva Palestina formado por dezenas de carros, 12 ambulâncias e um caminhão de bombeiros, que transportava alimentos, roupas, remédios e brinquedos no valor de US$ 1,4 milhão.

O comboio percorreu 12 mil quilômetros por França, Espanha, Marrocos, Argélia, Tunísia, Líbia e Egito.

Além de entregar bens de primeira necessidade em Gaza, o movimento pretende protestar contra a operação militar israelense que matou cerca de 1,4 mil pessoas entre dezembro e janeiro, assim como mostrar seu apoio à "resistência armada" palestina.

"Entrei na Palestina muitas vezes, mas esta é a mais emocionante, após 22 dias de agressão genocida contra o povo palestino", acrescentou.

Galloway é membro do Parlamento britânico desde 1987 e pertence ao partido de esquerda Respect, que ajudou a fundar após ser expulso do Partido Trabalhista, em outubro de 2003, por sua ferrenha oposição à guerra do Iraque. EFE sar/jp/an

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.