Deputado australiano renuncia após dançar de cueca em festa

Um deputado australiano foi forçado a renunciar ao cargo de secretário estadual após ser visto dançando só de cuecas em uma festa no Parlamento. Matt Brown, que era secretário de Estado em Nova Gales do Sul, admitiu ter cometido um erro e se disse constrangido com o episódio.

BBC Brasil |

Ele negou veementemente, porém, relatos publicados pela imprensa local de que teria também simulado uma relação sexual durante a festa com uma deputada, que também negou as alegações.

O primeiro-ministro do Estado de Nova Gales do Sul, Nathan Rees, disse que havia recebido relatos demais sobre Brown dançando de cueca para ignorá-los.

Segundo a imprensa local, o ex-secretário havia dançado ao som de música tecno com uma cueca "apertada" sobre um sofá verde.

Celebração

A festa ocorreu há três meses, quando Brown estava à frente da pasta de Habitação no secretariado estadual, e teve como motivo celebrar a aprovação do Orçamento.

Inicialmente Brown afirmou que nada de anormal havia ocorrido durante a festa, mas o primeiro-ministro estadual não estava convencido.

"Eu expliquei ao ex-secretário Brown ontem à noite que havia relatos demais sobre ele de cueca para que eu ignorasse", disse Rees.

"Ele admitiu ter ficado de cueca e não me deixou outra opção a não ser exigir sua renúncia", disse Rees a uma rádio local.

Brown então admitiu uma conduta incompatível com o cargo de secretário e renunciou, apenas três dias após tomar posse como secretário para a polícia.

"Sou um ser humano e cometi um erro, mas vou assumir as conseqüências desse erro", afirmou o ex-secretário.

Brown, um advogado e ex-professor universitário, era deputado havia nove anos. Seu futuro político a partir de agora é incerto.

Leia mais sobre Austrália

    Leia tudo sobre: austrália

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG