L Express - Mundo - iG" /

Depois do Marrocos, Tunísia proíbe veiculação de semanário L Express

Túnis, 4 nov (EFE).- As autoridades tunisianas confirmaram hoje que proibiram a veiculação do semanário francês LExpress, acusado de atentar contra a religião islâmica, uma medida adotada na última sexta pelo Marrocos.

EFE |

A proibição envolve a edição número 2991 da revista editada em Paris, que dedica sua capa a aspectos que diferenciam o catolicismo e o islamismo sob o titulo "O choque Jesus-Maomé, seus itinerários, mensagem e visão do mundo".

O exemplar do semanário inclui cinco reportagens nas quais se descreve Maomé como "profeta e guerreiro" e Jesus Cristo como "o mensageiro e rebelde". Além disso, afirma que a Bíblia "está muito afastada do Corão". EFE mo/fal

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG