Roses empolga em SP - Mundo - iG" /

Depois de atraso e ataques do público, Guns N Roses empolga em SP

São Paulo, 14 mar (EFE).- O Guns N Roses não teve uma noite fácil em seu show de São Paulo, que terminou na madrugada de hoje depois de uma hora e meia de atraso e com ataques do público ao vocalista Axl Rose.

EFE |

O show no Parque Antártica deveria ter começado às 23h, mas os 38 mil fãs presentes tiveram que esperar até 0h30 para Axl e companhia entrarem no palco.

Sob vaias por causa do atraso, o Guns N' Roses iniciou sua apresentação tentando acalmar os ânimos da plateia.

No entanto, logo na primeira música, "Chinese Democracy" - faixa-título do último trabalho inédito da banda -, Axl foi atingido por uma garrafa d'água.

"Apareça, covarde, você quer ser o responsável pelo fim do show? Para mim não é problema ir embora agora", ameaçou, irado, o vocalista após a agressão.

Depois de momentos de silêncio, o público pediu por Axl e o Guns resolveu retomar "Chinese Democracy", não sem antes da resposta do vocalista sobre a ausência da banda em um show privado em uma casa noturna paulista na quinta-feira.

"Não precisamos de mais maricas como os daquela boate da noite passada", atacou Axl.

Nenhuma das canções do último álbum, lançado em 2008, emocionou o público, que só foi ao delírio quando a banda interpretou clássicos de sua trajetória como "Welcome to the Jungle", "You Could be Mine", "November Rain" e "Knocking on Heaven's Door".

No bis, o Guns tocou mais cinco músicas, encerrando o show com "Paradise City".

A abertura da noite ficou a cargo de Sebastian Bach, ex-vocalista do Skid Row e amigo de Axl, que foi bastante aplaudido durante sua apresentação.

Depois dos shows em Brasília, Belo Horizonte e São Paulo, a próxima escala do Guns N'Roses no Brasil é o Rio de Janeiro, onde toca hoje à noite na Praça da Apoteose. Na terça-feira, a banda encerra sua passagem pelo país com um show em Porto Alegre, no estacionamento da Federação das Indústrias do Estado do Rio Grande do Sul (Fiergs). EFE wgm/bba

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG