Dependência energética dos EUA é ameaça à segurança

A dependência dos Estados Unidos a combustíveis fósseis e a uma infra-estrutura elétrica vulnerável constitui uma ameaça à segurança nacional, advertiram ex-comandantes militares em um relatório publicado nesta segunda-feira.

AFP |

Esta ameaça exige uma ação urgente e o departamento de Defesa deve mostrar o caminho mudando o padrão do uso da energia nos Estados Unidos com medidas eficientes e fontes renováveis, assinala a CNA, uma organização sem fins lucrativos.

"Nossa dependência do petróleo estrangeiro reduz nossa margem de manobra internacional, coloca em risco nossas tropas, reforça os países e os indivíduos que nos ameaçam e debilita nossa economia", destaca o documento.

"O mercado de combustíveis fósseis será moldado por uma oferta limitada e por uma demanda exponencial. Prosseguir fortemente apoiado nestes combustíveis representa um grande risco em matéria de segurança", destaca o relatório.

O documento, firmado por altos oficiais reformados da Marinha, Força Aérea e Fuzileiros, assinala que a rede elétrica doméstica representa um risco potencial para as bases militares americanas.

"Muitas de nossas instalações militares dependem de uma infra-estrutura elétrica frágil, vulnerável a ataques criminosos ou a catástrofes naturais", conclui o relatório.

ddl/LR

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG