Departamento federal de prisões recomenda 50 anos para Madoff

Nova York, 29 jun (EFE).- O juiz americano Denny Chin comunicou hoje que o departamento federal de liberdade condicional recomendou que Bernard Madoff, acusado de 11 crimes relacionados a uma multimilionária fraude, cumpra pena de 50 anos de prisão.

EFE |

Chin, ao começar o julgamento, disse - segundo a rede de televisão "CNBC" - que tinha recebido essa recomendação por parte da autoridade federal, enquanto indicou que o investidor receberá uma sentença "razoável".

Madoff, de 71 anos, se declarou em março passado culpado de ter montado e mantido durante mais de duas décadas um fraudulento esquema de investimentos que teria chegado a US$ 50 bilhões.

O investidor é acusado de 11 crimes relacionados a fraude, lavagem de dinheiro, perjúrio e roubo, pelos quais a Promotoria pediu um total de 150 anos, mas seu advogado solicita um máximo de 12.

Do lado de fora do tribunal federal nova-iorquino, várias pessoas, entre eles algumas de suas vítimas, se reuniram à espera de saber quantos anos o investidor passará na prisão. EFE emm/an

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG