O Departamento de Estado americano anunciou a abertura de investigação sobre um incidente relatado pela imprensa envolvendo um diplomata chinês, que teria sido maltratado por policiais em Houston (Texas, sul)." /

O Departamento de Estado americano anunciou a abertura de investigação sobre um incidente relatado pela imprensa envolvendo um diplomata chinês, que teria sido maltratado por policiais em Houston (Texas, sul)." /

Departamento de Estado investiga incidente com diplomata chinês

O Departamento de Estado americano anunciou a abertura de investigação sobre um incidente relatado pela imprensa envolvendo um diplomata chinês, que teria sido maltratado por policiais em Houston (Texas, sul).

AFP |

O Departamento de Estado americano anunciou a abertura de investigação sobre um incidente relatado pela imprensa envolvendo um diplomata chinês, que teria sido maltratado por policiais em Houston (Texas, sul).

"Compartilhamos a preocupação da China sobre o caso (...)", declarou o porta-voz Philip Crowley.

Segundo ele, "teria havido uma discussão com a polícia sobre uma placa de carro com validade expirada, ou sobre a falta de placa".

Yu Boren, adido do consulado chinês de Houston, foi detido no sábado, 22 de abril, na garagem da representação diplomática e chegou a ser ferido, informou em comunicado Annise Parker, prefeita de Houston.

Segundo a imprensa local e nacional, o diplomata teria sofrido violência da parte dos policiais que o detiveram, após ter-se recusado a obedecê-los.

"Os policiais envolvidos declararam não saber que o prédio no qual Yu Boren havia entrado era um consulado", segundo a prefeita, que solicitou à polícia local informar seus agentes sobre os endereços importantes da cidade.

O consulado da China ainda não se pronunciou sobre o caso.

cs/gde/sd

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG