Dennis Hopper é condenado a pagar pensão de US$ 12 mil por mês para ex-mulher

Washington, 5 abr (EFE).- O ator Dennis Hopper, afligido por um câncer terminal, foi condenado a pagar uma pensão de US$ 12 mil por mês para a sua esposa Victoria.

EFE |

A decisão foi tomada hoje pela juíza Amy Pellman que assinalou que US$ 8 mil são para o sustento da esposa e US$ 4 mil para o da filha do casal.

A magistrada acrescentou que Victoria poderá seguir vivendo na propriedade de ambos até que o divórcio pedido pelo ator se resolva.

Hopper, de 73 anos, não foi à audiência realizada em um tribunal de Los Angeles (Califórnia) porque se encontra "desesperadamente doente", segundo um de seus advogados. Há duas semanas ele disse que seu cliente mal está pesando 45 quilos e que nem sequer está em condições de se submeter a sessões de quimioterapia para tratar da doença.

Em documentos apresentados perante a corte, o ator tinha assegurado que não poderia pagar mais de US$ 5 mil dólares ao mês porque não pode trabalhar.

No entanto, os advogados de Victoria Hopper disseram que o ator ganhou milhões de dólares nos últimos anos com a venda de suas obras de arte.

Há duas semanas Hopper foi ao passeio da Fama de Hollywood onde recebeu sua estrela acompanhado de numerosos amigos, como Jack Nicholson, e visivelmente debilitado pelo câncer de próstata.

Protagonista de filmes como "Sem Destino" (1969), ele apareceu com vários ataduras devido a uma queda recente e precisou de ajuda para subir no palanque e agradecer a homenagem. Essa foi a estrela número 2.403 do Passeio da Fama.

O casal está casado há 14 anos e Hooper pediu a separação em janeiro.

ojl/pb

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG