Democratas criticam posições de Obama sobre Oriente Médio

Parlamentares democratas americanos criticaram nesta quarta-feira as recentes declarações do presidente Barack Obama sobre as colônias israelenses na Cisjordânia, considerando que elas vão na contramão da política dos Estados Unidos com relação a Israel.

AFP |

"O presidente foi além do que acho razoável nas relações com outra democracia", declarou o representante democrata por Nova York, Anthony Weiner.

O presidente americano reiterou nas últimas semanas que acredita "firmemente" numa solução com dois Estados no Oriente Médio e na necessidade de parar com a colonização na Cisjordânia.

Para Shelley Berkley, representante democrata de Nevada (oeste dos EUA), as declarações de Obama demonstram "uma mudança decisiva na política americana e com relação aos acordos firmados entre os Estados Unidos e Israel" nas duas últimas décadas.

O representante de Nova York Joseph Crowley avisou que é preciso "tomar muito cuidado" para não "violar a soberania de Israel".

Obama recebeu o apoio do chefe da maioria democrata da Câmara dos Representantes, Steny Hoyer, que disse que a posição do presidente sobre as colônias é a mesma que a dos "líderes democratas e republicanos do Congresso".

oh/yw/sd

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG