Democrata liberal é nomeado primeiro-ministro da Romênia

Viena, 10 dez (EFE).- O presidente romeno, Traian Basescu, nomeou hoje o democrata liberal Theodor Stolojan primeiro-ministro do novo Governo, escolhido nas eleições legislativas de 30 de novembro.

EFE |

De acordo com a Constituição, o primeiro-ministro tem dez dias de prazo para apresentar ao Parlamento seu programa de Governo e a lista dos membros de seu gabinete, a fim obter o voto de confiança dos parlamentares.

Stolojan, de 65 anos e eleito eurodeputado em 2007, doutor em economia e ex-funcionário do Banco Mundial, é o candidato proposto pelo opositor Partido Democrata Liberal (PDL), que ganhou o maior número de cadeiras parlamentares (166), para dirigir o Governo romeno em tempos de crise econômica.

Apesar suas diferenças ideológicas, os dois grandes partidos de oposição, PDL e o Partido Social Democrata (PSD), que ficaram quase empatados nas últimas eleições legislativas, avançam atualmente em suas negociações para formar uma coalizão governamental.

O governante Partido Nacional Liberal do primeiro-ministro Calin Popescu-Tariceanu, em fim de mandato, anunciou que passará à oposição.

Basescu explicou hoje que, ao nomear Stolojan como chefe de Governo, optou por um homem que entende os problemas atuais e que é capaz de enfrentar a crise econômica que afeta a Romênia.

Stolojan já foi primeiro-ministro em 1991 e 1992, durante outra crise, após violenta manifestação de trabalhadores de minas que derrubou o Governo de Petre Roman e quando a inflação era superior a 150% ao ano.

Naquele momento, conseguiu evitar um desastre econômico adotando medidas como a nacionalização das divisas, pelo que seus adversários políticos ainda o reprovam.

Antes da queda do comunismo pertenceu ao alto escalão do Ministério das Finanças e, entre 1992 e 1996, foi funcionário do Banco Mundial. EFE av/jp

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG