mão diabólica do terror no Peru, diz García - Mundo - iG" /

Democracia vencerá mão diabólica do terror no Peru, diz García

LIMA (Reuters) - O presidente peruano, Alan García, disse nesta terça-feira que a democracia prevalecerá diante da mão diabólica do terrorismo, depois que remanescentes do grupo rebelde Sendero Luminoso mataram 14 militares numa emboscada, no pior golpe contra as Forças Armadas nos últimos anos. O ataque ocorreu na quinta-feira passada na região de Ayacucho, onde a guerrilha age em aliança com o narcotráfico.

Reuters |

Nos últimos oito meses, desde que começou uma ofensiva militar contra os rebeldes maoístas, mais de 30 pessoas morreram, a maioria militares e policiais, durante vários confrontos pelo controle dos vales dos rio Apurimac e Ene.

"Hoje nosso coração e o de todos os peruanos estão machucados pelas circunstâncias amargas que interrompem tragicamente o nosso caminho, de um lado a mão diabólica do terrorismo, ainda subsistente, que nos arrebata a vida de 14 soldados peruanos que defendem a democracia," afirmou García, em suas primeiras declarações sobre o ataque.

"Não nos deterão os terroristas, vai prevalecer a democracia, nossas Forças Armadas estão, sim, capacitadas para esmagá-los, não vão nos deter", acrescentou.

O presidente, que já governou o país entre 1985 e 90 e voltou ao cargo há dois anos e meio, defendeu a estratégia de seu governo para enfrentar os rebeldes, mas afirmou que não pode haver erros na sua execução --uma aparente referência a abusos cometidos por forças de segurança durante décadas de confronto com a guerrilha.

(Reportagem de Marco Aquino)

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG