Delegada brasileira de Hillary se empolga com Obama

Pela manhã de terça-feira, um grupo de militantes linha dura da senadora Hillary Clinton realizou uma manifestação próximo ao centro de convenções Pepsi Center, onde está sendo realizada a Convenção Democrata que vai confirmar o nome do candidato do partido às eleições presidenciais de novembro.

BBC Brasil |

Mas a delegada Claudia Cody, de 44 anos, uma brasileira do Rio de Janeiro e devota correligionária de Hillary, não quis nem passar perto ou tomar conhecimento do evento.

''A Hillary falou no cáucus latino, para nós, delegados, que os democratas são uma família unida. E nós vamos eleger o próximo presidente dos Estados Unidos, senador Obama, um democrata'', disse a carioca Claudia, que está há quase vinte anos nos Estados Unidos, é casada com um americano e tem três filhos.

Claudia representa o Estado de Minnesota e é professora de desenvolvimento econômico na universidade estadual local, além de ser uma executiva da indústria imobiliária.

''Sou provavelmente a primeira delegada brasileira-americana. Cheguei aqui trabalhando muito duro. Participando de muitos rallies (comícios), colocando muita gente junta discutindo os issues (temas) e fazendo a galera ficar animada'', conta.

Apesar de já misturar português e inglês, Claudia chegou à convenção de uma forma bem brasileira.

Como cabe aos delegados custear as sua própria ida à convenção, ela recorreu a eventos de arrecadação regados ao pagode do grupo Batucada do Norte, conjunto formado por brasileiros radicados em Minneapolis.

Com Hillary fora do páreo, Claudia abraçou por completo a candidatura de Obama. ''Ele representa sucesso, mudança, união e esperança para nosso povo.''

Leia também:

Leia mais sobre eleições nos EUA

    Leia tudo sobre: eleições nos eua

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG