Delegação hondurenha propõe que Zelaya e Micheletti renunciem

Uma delegação do regime hondurenho presente em Washington teria sugerido que o presidente de fato Roberto Micheletti e o presidente deposto Manuel Zelaya renunciem para que uma terceira pessoa assuma o cargo, segundo o jornal The Washington Post desta sexta-feira.

AFP |

Uma vez confirmada a renúncia de ambos, a terceira pessoa na linha sucessória, segundo a Constituição hondurenha, assumiria o cargo.

Micheletti assumiu depois do golpe de Estado porque era o presidente do Congresso.

Zelaya poderia voltar ao país, mas como simples cidadão, ainda segundo o Washington Post, que cita fontes próximas ao caso.

A proposta teria sido rejeitada pelo embaixador hondurenho ante a OEA, Carlos Sosa, partidário de Zelaya, segundo o jornal.

"Não podemos aceitar isso. É um esforço para ganhar tempo", explicou Sosa.

A AFP tentou contatar a delegação hondurenha nate a OEA (que não ocupa sua vaga depois de ter sido suspensa pelos demais membros), mas não obteve resposta.

jz/cn

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG