Delegação francesa lança iniciativa para resolver crise na Mauritânia

Nuakchott, 30 nov (EFE) - Uma delegação política da França de visita na Mauritânia anunciou o lançamento de uma iniciativa exclusivamente francesa para alcançar uma solução que tire o país da crise que vive desde o golpe de Estado de 6 de agosto.

EFE |

Uma fonte da embaixada francesa informou hoje à Agência Efe que a missão estava formada por um colaborador do presidente francês, Nicolas Sarkozy, e um responsável do Ministério de Assuntos Exteriores, que apresentaram os principais atores da crise mauritana à iniciativa francesa, cujos detalhes ainda são desconhecidos.

A fonte ressaltou que a delegação apresentou uma "iniciativa estritamente francesa para uma solução à crise política e institucional na Mauritânia", mas não deu detalhes sobre a proposta.

A delegação iniciou os trabalhos no sábado, com uma reunião de cerca de duas horas com o deposto presidente Sidi Mohammed Ould Cheikh Abdallahi.

Segundo o chefe de gabinete de Abdallahi, Kaber Ould Hamoudy, na reunião, o governante "reafirmou seu compromisso com seus direitos constitucionais enquanto presidente eleito".

No palácio presidencial, a missão francesa foi recebida pelo chefe da Junta Militar, o general Mohammed Ould Abdelaziz, em uma audiência fechada à imprensa.

O grupo terminou hoje suas reuniões com o líder da Frente Nacional para a Defesa da Democracia (FNDD), principal grupo de oposição, Ahmed Ould Daddah, em sua casa de Nuakchott.

A iniciativa francesa transmitida pela delegação acontece a menos de duas semanas de, em 7 de dezembro, começar a visita de uma missão conjunta da União Africana (UA), da União Européia (UE) e da Liga Árabe. EFE moo/db

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG