Delegação do Hamas vai ao Egito para saber posição de Israel sobre trégua

Gaza, 14 jun (EFE).- Uma delegação do movimento islâmico Hamas viajou hoje ao Cairo para obter uma resposta de Israel sobre a oferta de trégua apresentada há dois meses com mediação do Egito.

EFE |

O porta-voz do Hamas em Gaza, Ayman Taha, confirmou à imprensa a viagem da delegação que saiu de Damasco, onde fica a sede do seu Escritório Político, liderado por Khaled Meshal.

O Egito faz mediação entre as partes para que se chegue um acordo que ponha fim aos ataques palestinos com foguetes contra o território israelense, além das ofensivas e do bloqueio israelense à Faixa de Gaza.

Segundo o jornal em árabe "As Shark al-Awsat", que é publicado em Londres, Israel aceitou que as negociações para uma trégua sejam separadas das que foram realizadas buscando a libertação do soldado Gilad Shalit, mantido preso na Faixa desde 2006.

O negociador israelense Amos Gilad não confirmou nem desmentiu a informação e destacou as prioridades do país nesse momento.

"Parar o terrorismo é o objetivo mais imediato", disse o negociador do Ministério da Defesa de Israel, ao retornar de uma viagem ao Cairo esta semana onde apresentou as condições israelenses para o cessar-fogo.

Segundo Gilad, os resultados destas negociações serão conhecidos "em breve" e ressaltou que Israel exige não só que as milícias palestinas parem de disparar foguetes contra o território israelense, mas também pediu que o Egito assuma o compromisso de vigiar a fronteira com Gaza para evitar tráfico de armas.

Até agora, Israel colocava como condição para o cessar-fogo a libertação do soldado Shalit, mas Gilad não confirmou se negociará por ele de forma separada.

O negociador também não falou se, como parte do cessar-fogo, Israel porá fim ao boicote que impôs à Gaza desde que Shalit foi seqüestrado e que se intensificou quando os islamitas assumiram o controle da Faixa há um ano.

EFE Sa/rr

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG