Delegação do CS da ONU viaja ao Haiti para apoiar plano econômico

Nações Unidas, 6 mar (EFE).- Uma delegação do Conselho de Segurança da ONU viajará entre 11 e 14 de março ao Haiti para ver de perto a grave situação pela qual passa o país e apoiar os esforços para fomentar o desenvolvimento sustentável da economia mais pobre do continente americano.

EFE |

A delegação, composta por nove dos 15 embaixadores que formam o principal órgão da ONU, se reunirá com o presidente haitiano, René Préval, e com a primeira-ministra Michèle Pierre-Louis, disse o representante da Costa Rica perante a ONU, Jorge Urbina.

A visita será precedida pela que o secretário-geral da ONU, Ban Ki-moon, e o ex-presidente dos Estados Unidos Bill Clinton farão em 9 e 10 de março para expressar apoio a um plano de ação econômica do presidente haitiano.

O diplomata costarriquenho, responsável por coordenar a viagem, afirmou em entrevista coletiva que a delegação também se reunirá com os responsáveis da Missão das Nações Unidas para a Estabilização do Haiti (Minustah), que, desde seu desdobramento, em 2004, dá auxílio ao processo de democratização do país e à manutenção da segurança.

Ele disse que os problemas de segurança e fraqueza institucional do país são decorrentes da extrema pobreza na qual vive a imensa maioria de sua população.

A viagem também dará aos membros do Conselho de Segurança a oportunidade de analisar o trabalho realizado pela Minustah, com o objetivo de introduzir alterações em seu mandato quando esse for renovado, em outubro.

Urbina afirmou que não considera muito provável que os líderes decidam preparar a saída dos 7.200 militares e dois mil policiais que formam a missão da ONU.

Algumas vozes destacaram que cinco anos depois do desdobramento dos soldados da organização, a missão no Haiti deve abandonar seu caráter militar e se concentrar em projetos de desenvolvimento. EFE jju/db

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG