Pequim, 16 dez (EFE).- O primeiro-ministro chinês, Wen Jiabao, partiu hoje para Copenhague a fim de participar da cúpula da ONU sobre mudança climática (COP15), à frente de uma delegação que inclui os ministros de Assuntos Exteriores, e da Comissão Nacional de Reforma e Desenvolvimento.

Wen assistirá ao encontro de líderes que será realizado na capital dinamarquesa amanhã e na sexta-feira, afirmou a agência oficial "Xinhua".

O primeiro-ministro "explicará a postura chinesa e suas propostas para enfrentar a mudança climática e promover a cooperação internacional", destacou um comunicado do Ministério de Exteriores chinês.

O chefe de Governo chinês também deve manter reuniões bilaterais com outros líderes, e também com diretores de organizações internacionais, durante a cúpula.

A China defende que o país, como outros em desenvolvimento, não deve ser obrigado por nenhum tratado internacional a reduzir emissões, mas, de forma unilateral, deve oferecer programas de eficiência energética ou melhora ambiental.

Neste sentido, Pequim se comprometeu recentemente a reduzir entre 40% e 45% sua intensidade de carbono (emissões de dióxido de carbono por unidade de PIB) em 2020 a respeito dos níveis de 2005.

Também pede que os países em desenvolvimento, aos quais qualifica de "responsáveis históricos" pela mudança climática, reduzam suas emissões da ordem de 40%, e destinem ajuda financeira e tecnológica às nações pobres para que elaborem planos de combate ao aquecimento global. EFE abc/an

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.