Publicidade
Publicidade - Super banner
Mundo
enhanced by Google
 

Déficit de atenção seria vantajoso para povos nômades (estudo)

Uma predisposição genética a ter problemas de atenção, acompanhados de hiperatividade, pode representar uma vantagem para as populações nômades, segundo um estudo sobre uma tribo queniana divulgado nesta terça-feira.

AFP |

Pesquisadores norte-americanos descobriram que um gene associado a esse problema, batizado em inglês ADHD (trastorno de déficit de atenção e hiperatividade), também estaria ligado a uma saúde melhor, sobretudo em relação ao peso, em um grupo de nômades. Em troca, poderia ser causa de problemas alimentares entre seus primos recentemente sedentarizados.

O gene receptor da dopamina que Dan Eisenberg e seus colegas estudaram intervém na impulsividade, na antecipação de uma recompensa e na dependência e poderia estar associado não somente ao ADHD, em sim ao apetite.

Os efeitos destes genes foram estudados nos países industrializados, mais muito pouco em meios de subsistência, mais próximos ao meio em que ocorreu a maior parte da evolução genética da humanidade.

"Nossas descobertas permitem pensar que alguns traços de personalidade que observamos nas pessoas são úteis ou prejudiciais em função do contexto", explicou o principal autor do estudo, Dan Eisenberg, antropólogo da Universidade Northwestern.

"Esta descoberta pode nos permitir não considerar mais o ADHD apenas como uma doença. Pode ser também algo que pode acarretar elementos de adaptação", considerou.

"É possível que em um ambiente nômade, uma criança portadora desse alelo (uma das formas que pode adquirir um mesmo gene) seja mais apta a defender seus pertences de ladrões, ou a localizar fontes de alimentos e de água, mas que as mesmas tendências não sejam tão benéficas em ambientes como a escola, a agricultura ou o comércio", explicou o pesquisador.

O estudo foi publicado no jornal especializado BMC Evolutionary Biology.

mso/dm

Leia tudo sobre: iG

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG