Deficiente neozelandesa ganha rabo de sereia para nadar

Uma mulher na Nova Zelândia que teve as duas pernas amputadas na infância ganhou uma cauda de sereia para poder nadar. A cauda é na verdade uma roupa especial desenvolvida pela empresa Weta Workshop, a mesma responsável por figurinos, adereços, maquiagem e efeitos visuais de filmes como O Senhor dos Anéis , As Crônicas de Nárnia e King Kong .

BBC Brasil |

BBC
Vessey amputou as pernas ainda jovem
Vessey usa rabo de peixe para nadar
Nadya Vessey, que diz ter "cerca de 50 anos", nasceu com uma malformação nas pernas e teve que amputá-las separadamente, aos 7 anos de idade e aos 16.

Ela contou à BBC Brasil que usava próteses para caminhar e as tirava para praticar a natação, esporte pelo qual chegou a competir.

A ideia de usar um rabo de peixe surgiu depois que uma criança a abordou em uma praia para perguntar sobre a ausência de suas pernas. "Eu respondi que não tinha pernas porque era uma sereia", disse Nadya.

Há dois anos, ela encomendou a roupa especial à Weta Workshop, que, para sua surpresa, aceitou o desafio.

A empresa criou um protótipo de cauda no formato de corpo de Nadya a partir de simulações com modelos em 3D.

O rabo possui uma estrutura de policarbonato, material também usado na nadadeira. A "pele" é feita de uma camada de neoprene, revestida de lycra e impressa digitalmente com "escamas".

Nadya disse que ainda está se adaptando à novidade. "Estou tendo que me acostumar porque preciso nadar em movimentos ondulares."
Ela espera agora poder voltar a competir, principalmente em provas de triatlo.

    Leia tudo sobre: sereia

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG