Defeito retém avião da Aerolíneas Argentinas na Nova Zelândia

BUENOS AIRES (Reuters) - Centenas de passageiros da Aerolíneas Argentinas estavam retidos na sexta-feira no aeroporto de Auckland, na Nova Zelândia, por causa de um defeito em um dos motores do Airbus A340 que deveria levá-los a Buenos Aires. O avião, que deveria ter chegado à Argentina na tarde de quinta-feira, voltou a Auckland logo depois de decolar da mesma cidade, em uma escala proveniente da Austrália.

Reuters |

Alguns passageiros - especialmente os que não tinham visto para entrar na Nova Zelândia - foram colocados em outro voo da empresa e chegaram a Buenos Aires na sexta-feira. Cerca de 200 pessoas, no entanto, permanecem retidas, disse um assessor de imprensa da empresa estatal argentina à Reuters.

"(O voo) veio com 40 passageiros, e os outros 200 serão repartidos entre amanhã e depois, em dois voos no fim de semana," afirmou o funcionário.

(Reportagem de Juliana Castilla)

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG