Defeito nos flaps provocou acidente da Spanair, diz relatório

Um defeito nos flaps teria causado o acidente com o avião da Spanair que matou 154 pessoas no dia 20 de agosto, em Madri, segundo um relatório preliminar divulgado nesta quinta-feira na Espanha.

BBC Brasil |

O fato de os flaps não terem sido acionados teria impedido que o avião decolasse adequadamente. Este problema, que parece ter sido combinado com uma falha no sistema de alertas, teria provocado o acidente.

Os investigadores, que analisaram as gravações de voz e os registros de dados da aeronave, não encontraram evidências de defeitos prévios no avião e concluíram que ele só pegou fogo depois de atingir o solo.

O MD-82 atingiu uma altura de apenas 12 metros na decolagem antes de se chocar contra o solo e entrar em chamas.

O relatório não aponta culpados e afirma que os dois pilotos fizeram os testes de rotina antes de decolar.

Agora, um juiz deve decidir se alguém sera responsabilizado pelo pior acidente aéreo na Europa em duas décadas.

Leia mais sobre acidente na Espanha

    Leia tudo sobre: acidente na espanha

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG