Publicidade
Publicidade - Super banner
Mundo
enhanced by Google
 

Declaração Mundial de Câncer estabelece metas para combater a doença

Genebra, 31 ago (EFE) - Os participantes do 20º Congresso Mundial de Câncer aprovaram hoje uma declaração conjunta na qual estabelecem uma série de objetivos a serem alcançados até 2020 na luta contra a doença.

EFE |

A declaração, que foi apresentada no final do Congresso, faz um apelo aos Governos, às organizações governamentais internacionais, aos doadores, às agências de desenvolvimento, às indústrias e à sociedade civil, na qual são dadas as diretrizes de como se deve lutar contra o câncer.

Em 2010, o câncer será a doença que mais mata pessoas no mundo, sendo que 80% das mortes ocorrerão em países em desenvolvimento.

Mais de 11 milhões de pessoas foram diagnosticadas com câncer em 2007, e, desse total, 7,9 milhões morreram, e 72% eram de países em desenvolvimento.

Segundo as estimativas, o número de casos de câncer crescerá até atingir 15,5 milhões em 2030 caso não sejam tomadas as devidas providências, e o maior aumento será nos países em desenvolvimento.

No sábado, 63 especialistas científicos e algumas autoridades discutiram sobre os objetivos e a forma como esses poderiam ser implementados.

A lista estabelece 11 metas para serem atingidas até 2020.

Uma delas é que os níveis de consumo de tabaco e álcool e os índices de obesidade - causas diretas e evitáveis do câncer - tenham diminuído drasticamente.

Outro objetivo é a cobertura universal das vacinas contra o vírus do papiloma humano que causa o câncer do colo do útero.

Além disso, em relação às políticas sanitárias, os signatários do documento pediram que o câncer seja incluído na agenda dos Objetivos do Desenvolvimento do Milênio e sugeriram que seja estabelecido um Fundo Global como o que existe para a aids, tuberculose e malária.

Quando as Nações Unidas estabeleceram os Objetivos do Desenvolvimento do Milênio para 2015 não incluíram o câncer, apesar de esta doença matar mais pessoas do que a aids, a malária e a tuberculose juntas, como lembram os organizadores. EFE mh/bm/db

Leia tudo sobre: iG

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG