Declaração de Lima ainda não foi concluída, finalização deve ocorrer amanhã

Lima, 13 mai (EFE).- Os altos funcionários europeus e latino-americanos que negociam a Declaração da Cúpula de Lima não conseguiram fechar hoje todos os parágrafos do documento e continuarão amanhã seus trabalhos.

EFE |

Fontes européias indicaram à Agência Efe que o texto está praticamente pronto, mas que será necessária mais uma sessão, para fechar as referências a um novo programa conjunto de luta contra a mudança climática (Euroclima) e à Fundação Euro-latino-americana para o diálogo que se quer criar.

O documento final, de 15 páginas, recebeu o título de "Respondendo juntos às prioridades de nossos povos" e contém um programa bastante amplo com os compromissos que os chefes de Estado ou Governo dos países de América Latina, Caribe e União Européia assumirão na sexta-feira.

O que se conhecerá como "Agenda de Lima" estabelece os objetivos compartilhados em duas grandes áreas, a luta contra a pobreza e as medidas contra a mudança climática, assim como a cooperação na luta contra o tráfico de drogas, a regulação da imigração e a promoção do comércio.

Na quinta cúpula euro-latino-americana que será realizada em Lima na próxima sexta-feira, a UE e seus membros tentarão avançar na ambiciosa "associação birregional" lançada no Rio de Janeiro há quase uma década.

Como resultados mais tangíveis espera-se o início do programa conjunto no âmbito climático e a criação da Fundação permanente para o diálogo entre sociedades civis, como a que já foi criada pela UE com a Ásia e o mundo árabe. EFE jms/fb

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG