Ativistas protestaram contra casos de violência doméstica contra mulheres e crianças e contra o tráfico de seres humanos

De topless, ativistas do grupo feminista da Ucrânia Femen fazem topless com cartazes em que se lê "mulheres não são um saco de pancada", "prisão para os estupradores" e "greve contra a violência".

O protesto foi feito contra a justiça da Bulgária sobre casos de violência doméstica contra as mulheres e crianças e contra o tráfico de seres humanos em frente do prédio da Parlamento da Bulgária, em Sofia.

Ativistas do grupo Femen, da Ucrânia, protestam em frente de Parlamento da Bulgária
AFP
Ativistas do grupo Femen, da Ucrânia, protestam em frente de Parlamento da Bulgária

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.