David Cameron irá amanhã à Geórgia para se reunir com líderes georgianos

Londres, 15 ago (EFE) - O líder do Partido Conservador do Reino Unido, David Cameron, viajará este sábado a Tbilisi para se reunir com líderes políticos da Geórgia e abordar o conflito que opõe o país com a Rússia. (Cameron) Vai à Geórgia. Ele se reunirá com líderes políticos, confirmou um porta-voz do líder do principal partido da oposição britânica, sem dar mais detalhes sobre seu programa no país.

EFE |

O conservador, a quem muitos observadores vêem como futuro primeiro-ministro, seguirá os passos da secretária de Estado americana, Condoleezza Rice, que hoje se reuniu com o presidente georgiano, Mikhail Saakashvili.

O governante da Geórgia também anunciou hoje que assinou o plano da União Européia (UE) de regra do conflito bélico e exigiu a retirada das tropas russas, enquanto Rice ressaltou que, "depois desta assinatura, todas as unidades russas devem sair da Geórgia".

Cameron veio pressionando o Governo britânico a adotar uma linha mais dura contra Moscou, enquanto qualificou o país de "pistoleiro" e chegou a pedir a expulsão da Rússia do Grupo dos Oito (sete países mais industrializados e a Rússia).

Segundo os analistas, o líder conservador quer tomar a iniciativa política frente à passividade do primeiro-ministro, o trabalhista Gordon Brown, e do ministro de Exteriores britânico, David Miliband, que estão de férias e quase não apareceram para responder à crise da Geórgia.

As tropas russas seguem ocupando posições na Geórgia, apesar do frágil cessar-fogo ordenado na terça-feira passada pelo presidente russo, Dmitri Medvedev.

O anúncio da trégua colocou fim a cinco dias de combates que começaram na semana passada, quando a Geórgia atacou os separatistas pró-russos da região georgiana da Ossétia do Sul. EFE pa/db

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG