Dassault mantém esperança na venda do Rafale ao Brasil

Todas as esperanças seguem permitidas no que diz respeito à venda dos caças franceses Rafale ao Brasil, afirmou nesta quinta-feira o principal diretor da empresa fabricante das aeronaves, a Dassault Aviation.

AFP |

"No momento, não há pedido do Brasil, não nos informaram nada em especial, não sei de nada, mas todas as esperanças seguem permitidas", declarou Serge Dassault, principal acionista da companhia, em entrevista à Rádio Classique.

O Rafale francês concorre com o F/A-18 Super Hornet da americana Boeing e o Gripen NG da sueca Saab.

Ao citar o preço elevado do caça francês, a Aeronáutica brasileira elaborou um relatório que considera o caça sueco o melhor entre os concorrentes do programa FX-2.

No entanto, o presidente Luiz Inácio Lula da Silva, que já manifestou preferência pelo Rafale, terá a palavra final.

Leia mais sobre: caças

    Leia tudo sobre: avião

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG