atrai mais as mulheres - Mundo - iG" /

Dança controlada e extravagante atrai mais as mulheres

Uma pesquisa realizada pela universidade de Hertfordshire, no centro-leste da Inglaterra, indica que homens que fazem movimentos mais controlados e um pouco extravagantes na pista de dança agradam mais as mulheres. O especialista em psicologia cognitiva Peter Lovatt preparou uma série de vídeos mostrando 12 movimentos sutilmente diferentes usados pelos homens quando dançam - por exemplo, abrir mais ou menos os braços ou com menos ou maior coordenação entre as diferentes partes do corpo.

BBC Brasil |

Lovatt pediu então a 55 mulheres que avaliassem os estilos, demonstrados pelo próprio cientista, um ex-dançarino profissional.

A conclusão é que as mulheres preferem movimentos com tamanhos pequeno até médio, e apreciam um grau de complexidade que inclui elementos aparentemente aleatórios.

Segundo o repórter de ciências da BBC Tom Feilden, isso significa que a extravagância controlada de John Travolta faz mais sucesso do que um exibicionismo escancarado.

Carga genética
Com base nessas conclusões, Lovatt está agora realizando uma outra pesquisa, tentando descobrir se existe alguma relação entre a qualidade da carga genética de um homem e a seu desempenho na pista de dança.

Estudos anteriores revelaram uma forte relação entre traços físicos do homem - como a simetria entre orelhas, braços e pernas ou o comprimento do dedo anular em comparação ao do indicador - e sua exposição a altos níveis do hormônio testosterona quando no útero.

O contato com o hormônio na fase pré-natal é tido por muitos cientistas como um indicador de qualidade genética de maneira geral.

Segundo as pesquisas, as mulheres estão predispostas a notar esses indicadores sutis, considerando mais atraentes os homens que têm características físicas simétricas e dedos anulares mais longos que os indicadores.

Mas Peter Lovatt acha que, em um ritual cultural como a dança, os genes podem estar silenciosamente emitindo indicadores de sua "alta qualidade" por meio dos movimentos do corpo.

Os interessados em participar da pesquisa devem assistir ao vídeo em que Lovatt explica os movimentos para identificar o seu próprio estilo de dança e depois preencher um questionário online.

Além disso, homens interessados que visitarem a universidade terão seus dedos e orelhas medidos e seu estilo de dança analisado pelo especialista em uma mostra de ciências neste mês.

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG