O Dalai Lama manifestou nesta sexta-feira o medo de novos episódios de grave violência no Tibete, no caso de fracasso das negociações entre seus representantes e o governo chinês.

"Acredito que acontecerão manifestações. Graves manifestações, não apenas manifestações, mas também atos de violência", disse o líder espiritual dos tibetanos em uma entrevista exclusiva à AFP em Londres, depois de um encontro com o primeiro-ministro britânico, Gordon Brown.

"Graves violências e muito sofrimento", previu.

mt/fp

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.