Dalai Lama reconhece estar perdendo apoio entre seus seguidores

Londres - O dalai lama, líder espiritual do Tibete, reconheceu em entrevista ao jornal Financial Times que está perdendo apoio entre seus seguidores pela recusa do governo chinês a chegar a um acordo sobre o futuro do território.

EFE |

Inclusive, ele chegou a dizer que, se a violência atingir níveis incontroláveis, admite entregar o cargo.

O dalai lama, que está na Europa para buscar apoio à autonomia tibetana, acredita que as autoridades chinesas iniciarão negociações sérias em breve sobre o assunto.

Segundo o líder espiritual, os tibetanos mais radicais estão perdendo a fé em sua estratégia de conseguir mais autonomia através de um diálogo pacífico e defendem a luta contra os chineses.

Perguntado se está perdendo o controle de seus seguidores, o dalai lama respondeu afirmativamente: "Sim, naturalmente. Meus esforços não atingiram resultados concretos, por isso as críticas são cada vez mais fortes".

"Temos que levar adiante esta justa causa sem violência. Se ela se descontrolar, a única coisa que posso fazer é renunciar", comentou.

Segundo o Dalai Lama, cada vez mais sinais indicam a frustração de muitos tibetanos pela "falta de progressos nas conversas com os chineses".

"Muitos tibetanos são da opinião de que nosso enfoque sem violência não está surtindo efeito", reconheceu.

Leia mais sobre: Dalai Lama

    Leia tudo sobre: dalai lama

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG